Arquivo do blog

Compartilhe

6 de abr de 2012

Tijolos da discórdia

Neste feriadão (6/4), reservei a manhã para entrevistar moradores de uma rua do bairro Chapadão, em Pitangui, sobre as condições de tráfego por lá (que não são nada boas). Isto, porém, será tema de um post no futuro. Quero mostrar agora um fato curioso que encontrei bem perto do local onde fui gravar. 

Na Rua Maravilhas, o proprietário de um terreno resolveu adiar a construção e deixou um monte de tijolos no meio da rua. Segundo um vizinho, motoristas enfrentam problemas no local por causa do material. Um pequeno acidente teria acontecido quando um veículo precisou desviar dos tijolos. 

Material abandonado na Rua Maravilhas (foto: Ricardo Welbert. 6/4/12)
Consegui o endereço do suposto dono dos tijolos e fui procurá-lo para saber se ele pretende removê-los da rua. Porém, não o encontrei. 

O inusitado

Segundo o vizinho que comentou o problema, a quantidade de tijolos existente hoje na rua seria a mesma deixada há quatro anos. Isso mesmo: há quatro anos. 

Em outro bairro da cidade, onde morei, se você coloca uma pilha de tijolos na porta da sua casa, no dia seguinte 20% do total (no mínimo) terá sido furtado. Em uma semana, não sobraria tijolo para contar história. Neste caso, o proprietário é uma pessoa de sorte.

2 comentários:

Tatiana Santos disse...

Rsrs Eh, na minha cidade 20% dos tijolos teriam desaparecido também. Rsrsrs

disse...

haha é na rua onde moro!!

Ocorreu um erro neste gadget