Arquivo do blog

Compartilhe

15 de jan de 2010

A TV e você


Aqui pensando, resolvi escrever uma crítica sobre a televisão brasileira (tanto as abertas quanto as cabeadas (abro outro parêntese para dizer que considero mito aquela história de que os canais pagos têm mais qualidade que aqueles oferecidos gratuitamente. Alguns são piores que o SBT)). As televisões brasileiras abusam da ignorância do povo. Para ser mais popular (coisa do povão) vou enumerar exemplos dos canais abertos. "Big Brother Brasil", "A Fazenda" (só esses dois por enquanto). Diga-me, caro blogespec: o que estes dois produtos midiáticos acrescentam à sua inteligência? Tempo!










Pensou?

Se você gosta desses programas, aposto que (em uma tentativa de se mostrar inteligente, mesmo diante da confissão de ser mais um dominado pelos realitys (que de reais não tem nada. Você é explicitamente manipulado e nem percebe)) me dirá, pois, que são programas de entretenimento, daqueles que servem para distraí-lo enquanto, sentado no confortável sofá da sala, saboreia um delicioso pão com ovo e mortadela acompanhado de um gasoso guaraná. Mas, não! Não me fará mudar de opinião com esse argumento fajuto de quem adora futricar a vida alheia.

Você poderia estar comendo seu pão e tomando seu refri enquanto assiste a um documentário sobre música, por exemplo. Entretenimento! Só que, neste caso, cultura. Se você estivesse assistindo a um noticiário, ótimo! O melhor de todos! Estaria sendo informado sobre o que acontece no planeta em que você habita (ao invés de voar na "nave BBB"). Sem falar que aquele Pedro Bial é um verdadeiro chute nas ferramentas de qualquer um.

No primeiro parágrafo deste post eu disse que "por enquanto" citaria apenas o "Big Brother" e "A Fazenda". Vamos a outros: Gugu (primeiro lugar em imbecilidade ("De Volta Pra Minha Terra", onde o solidário apresentador promove reformas nas residências de telespectadores entristecidos. Um quase Jesus de bondade), Faustão (ainda bem que existe vida além da Globo), e aquele tal de Ratinho (lembram-se dele? É... Vejam a que ponto chegamos. O cara que fazia sucesso quando exame de DNA era caro está de volta ao Sistema Brasileiro de Trogloditas).

Para eu não encerrar esse post com a boca espumando por causa da raiva que a TV brasileira me causa, aí vão algumas dicas de programas que acrescentam (pelo menos à minha pessoa, sim): Globo Ciência, Globo Ecologia, Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Programa do Jô, Altas Horas (fácil notar que todos são da Globo). Quando ao jornalismo, a TV Record tem melhorado bastante. Vale a pena acompanhar. Já o SBT, coitado... Talvez quando os herdeiros do Sr. Abravanel tomarem o comando a emissora melhore. Por enquanto, uma reflexão pessoal: agradeço a Deus pelo rádio, pelos livros, revistas e jornais e, principalmente, pela internet.

Amém.

2 comentários:

Humberto Viana disse...

Já li! A TV brasileira realmente é inútil quando a questão é cultural, entretanto vale lembrar que a TV brasileira está entre as melhores do mundo.
Apesar de depreciar vários programas, ainda guardo dentro de mim uma vontade de poder um dia mudar essa realidade com histórias que somam conteúdo as mentes acéfalas da população brasileira.

Marina disse...

É como já viu, concordo com você! Eu sinceramente acho que alguns programas e apresentadores deveriam ser riscados do mapa da televisão brasileira. Mas ninguém tá preocupado com qualidade(ou quase ninguém), só com lucro. As suas indicações são boas, somo a eleas CQC, Furo MTV, na Rede Minas tem um programas culturais muito bons também, eles tão de parabéns. Pena que seja pouco assitido né? Quer dizer deve ser, porque a verdade é que quem assisti BBB não assisti esse tipo de coisa, ou raramente assisti.

Abraço

Ocorreu um erro neste gadget