Arquivo do blog

Compartilhe

8 de fev de 2008

O Créu e a Ignorância do Povo


Calma! O título deste post nada tem a ver com a imagem ao lado, que mostra a capa de um cd da Kelly Key. O motivo desta imagem estar aí você entenderá mais abaixo. Agora, ao post!

Ufa! Acabou o carnaval e, pra minha felicidade, também a ressaca que a festa provoca (em todos!).


Percebem que o post anterior eu escrevi dia antes do carnaval? Pois é! As noites de folia me deixaram detonado. Não sei como isso ocorreu, mas o fato é que eu consegui ficar cinco dias inteiros sem informação do mundo (nada de jornais, nada de telejornais, nada de sites noticiosos...). Bom... cansassos à parte, hora de voltar a ativa! E deixando de lero-lero, pois o post não é para tal fim, o assunto não poderia ser outro, senão, a música que pegou no carnaval. 2008, o que, como não poderia deixar de ser, foi uma TREMENDA PORCARIA!



A ignorância dos criadores da conhecida Dança do Créu utrapassa as barreiras do tolerável. É deprimente ver tantas mocinhas, mocinhos (não pensei que sou velho por dizer isso! Tenho 17 anos!) dançando essa coisa esnobe, que prega o sexo involuntariamente. Por isso que as campanhas contra abuso a crianças e adolescentes não têm o resultado esperado. A cultura decadente se dispões a desviar os jovens para caminhos impróprios.



Onde eu estava quando todos dançavam isso? Próximo ao palco onde um ignorante impulsionava a multidão a dançar o Créu (mas eu estava, digamos... meio ocupado, ali perto do palco. Não estava nem aí pra música (pode-se chamar aquilo de música) alguma).



O carnaval verdadeiro, o do samba, dos foliões e blocos, está realmente se perdendo no tempo. A cultura saudável cede espaço para o emburrecimento (pleonasmo!) da população. Mas meu carnaval não foi demasiadamente ruim. Um certo dj, do qual o seu trabalho gostei bastante, tocou uma música da Kelly Key que acho que deveria sim estar nas paradas de sucesso (e em primeiro lugar), ao invés desse Créu idiota.




A Loirinha, O Playboy e o Negão é uma canção de autoria da própria Kelly Key, que a escreveu baseada em um incidente em uma praia, quando um rapaz perguntou a ela o que ela viu de especial em um rapaz negro de quem ela estava acompanhada.



Para se ter uma noção do quanto a música, além de ser ótima, dançante, é um exemplo de cultura e um aviso para os que até hoje alimentam o preconceito racial, posto abaixo a letra da música. Deliciem-se (se não gostarem, procurem a letra do Créu em algum site e boa leitura)!

A Loirinha, o Playboy e o Negão
Kelly Key

Geral tava olhando a loirinha
Do negão
Juntinhos de mao dadas
Zoando no calçadão

Foi quando derepente me veio um cidadão
E perguntou Loirinha o que tu viu nesse negão?
O que vi dentro dele
Não vi dentro de você
Me dê papel e caneta
Que eu já vou lhe responder:
Meu preto é 100%
E não me coloca pra chorar
Só pra tirar uma onda
Playboy vou te esculachar

Por isso eu fiz essa canção
Pensando do meu jeito
Pro playboy ouvir
E rever seus conceitos
Ele é escuro, sim
Um tremendo negão
Mas não lhe falta
Educação e respeito...

2 comentários:

Arthurius Maximus disse...

O preconceito é próprio das mentes atrasadas. Uma questão de educação e de inteligência. Afinal, quantos podem bater no peito e dizer eu sou 100% branco ou 100% negro. Em nosso país, quase ninguém. então, meu amigo, isso é uma imbecilidade.

Quanto ao créu, concordo com você e fis um post sobre o assunto. A cultura brasileira que já produziu coisas belíssimas, hoje convive imersa no lixo.

Globulos Branco disse...

Realmente Ricardo... a Dança do Créu foi a maior febre desse carnaval daqui da cidade... Na minha opinião é so mais uma música besta que faz sucesso porque a letra é mais besta que o ritmo.. Daqui uns dias toa tocando "quem vai querer minha periquita", e pra quem nao conhece, é so procurar a letra...

Apesar de tudo, as musicas da Kelly sao um pedaço da adolescencia de cada um, e essa musica da loira e do negão é uma musica que em pouca coisa significa muito.... Mostra um pouco do racismo..correto??

muito bom artigo Ricardo^^

Ocorreu um erro neste gadget