Arquivo do blog

Compartilhe

20 de fev de 2012

Pitanguienses lavam estátua de bandeirante e cultivam memória do município


Neste domingo de carnaval (19/2), dezenas de pessoas prestigiaram a terceira edição da Lavagem do Bandeirante, na Praça dos Bandeirantes, no bairro Penha, em Pitangui. Promovido pelo blog Daqui de Pitangui, o evento consiste em reunir pessoas para lavar a estátua do bandeirante paulista Domingos do Prado ao som da banda Lira Musical Viriato Bahia Mascarenhas.


Às 16h (horário previsto para o início da Lavagem), todos os participantes já estavam a postos. Muitas pessoas que passavam pelo local pararam para acompanhar o curioso evento. A água utilizada foi oferecida pela prefeitura de Pitangui, em um caminhão pipa.


Munidos de muita água e sabão, os editores do blog comandaram a limpeza da estátua. Quem pensou que apenas o bandeirante Domingos do Prado tomaria banho, se enganou. Por várias vezes, a mangueira foi direcionada ao público. Teve gente que não se importou, abriu os braços e se deixou molhar. Outros saíram correndo e, por muito pouco, escaparam do banho. Quem estava fotografando precisou redobrar a atenção para não ter o equipamento danificado pela água.


Pelas imagens, é possível perceber que grande parte do público recebeu a camiseta da terceira Lavagem do Bandeirante. A ilustração da estampa mostra o bandeirante Domingos do Prado durante o banho, todo tímido, escondendo as partes íntimas com seu chapéu. A imagem foi elaborada pelo contador e advogado Marcos Antônio de Faria (o popular Barrica) e desenhada pelo jornalista e artista plástico Renato de Faria.


A presença da Polícia Militar garantiu a segurança dos participantes. Felizmente, nenhum boletim de ocorrência precisou ser registrado durante a brincadeira. 


Entenda a brincadeira

A Lavagem do Bandeirante foi pensada, primeiramente, pelo tecnólogo em Qualidade Vandeir Alves dos Santos. “O objetivo era fazer um evento que reunisse a população em torno das comemorações populares”.

Vandeir Alves dos Santos
O blog Daqui de Pitangui promove a divulgação de Pitangui na internet. Mas era preciso oferecer algo diferente, que levasse as pessoas às ruas. “Eu via a necessidade de criarmos algo prático. No início, a ideia  era que nós, do blog, viéssemos à praça e lavássemos a estátua. Então, surgiu a possibilidade de chamarmos a banda Lira Musical Viriato Bahia Mascarenhas e convidarmos a população”, conta Santos.

Licínio de Sousa e Silva Filho
O professor de História e mestrando em Educação Licínio de Sousa e Silva Filho, outro gestor do blog, deu sua versão a respeito da Lavagem do Bandeirante. “A gente queria promover uma comemoração popular e gratuita. Logo, pensamos em resgatar o carnaval de rua, tradição que praticamente morreu em Pitangui. A divulgação do evento é feita no blog, nos veículos de imprensa da cidade que abraçam a ideia e, principalmente, no boca a boca, com pessoas chamando outras”.

Leonardo Silva Morato
Para o turismólogo, administrador e atualmente bancário Leonardo Silva Morato, que também edita o blog Daqui de Pitangui, a expectativa com o evento é sempre grande. “Todo ano dá um friozinho na barriga. Mas na hora, quando as pessoas participam, a gente vê que vale a pena. A iniciativa é modesta, mas válida”, disse.

Jorge Mendes Guerra Brasil
O escritor e poeta pitanguiense Jorge Mendes Guerra Brasil subiu o Morro do Batatal para ver o bandeirante tomar banho. “Com essa brincadeira, o pessoal do blog resgata uma parte importante da nossa história. Isso leva as pessoas a quererem saber mais sobre Domingos do Prado, que é o personagem principal. O único problema, do meu ponto de vista, é a baixa divulgação. Esse evento merecia ter sido mais noticiado”, disse.

Marcos Antônio Faria (Barrica)
O contador e advogado Marcos Antônio de Faria (Barrica) falou sobre a importância do carnaval de rua. “Percebo que o povo está se voltando novamente para o tradicional carnaval de rua e suas marchinhas. Podemos ver isso em várias outras cidades históricas, como Ouro Preto, Diamantina, Itabira e em Pernambuco, especialmente com o bloco Galo da Madrugada". Para Barrica, a Lavagem do Bandeirante incentiva também a banda da cidade, que, ainda segundo ele, precisa chamar a atenção dos jovens para se renovar. "A Lavagem do Bandeirante do ano que vem terá também um grande baile no Centro Social”, adiantou.

José Antônio Alves da Silva (Zé do Radinho)
Figura bastante conhecida por atuar como defensor dos interesses da população pitanguiense, o presidente do Clube de Apoio Social de Pitangui, José Antônio Alves da Silva (Zé do Radinho), acompanhou, feliz, a Lavagem do Bandeirante. “Isso é bom demais. É a melhor coisa que fizeram, pois reuniu os moradores da Penha e resgatou nossa História”, disse.

José Luiz Peixoto (Peixoto Jr.)
Molhado dos pés à cabeça, o contador José Luiz Peixoto (o Peixoto Jr.) também deu seus créditos ao evento. “É uma realização da maior importância cultural, mas carece de mais incentivo, mais mídia, mais divulgação para “pegar” e fazer esse evento virar o marco do carnaval de Pitangui”, enfatizou.

Charles Aquino Ishimoto
O fotógrafo Charles Aquino Ishimoto, que é de Itaúna, registrou a Lavagem do Bandeirante. “Foi um evento espetacular. Vejo que muitos jovens compareceram. Com isso, estimula-se o resgate da História do povo pitanguiense. A banda e os organizadores estão de parabéns. Vale ressaltar também a presença da imprensa local”, disse.

Dênio Caldas (do blog Daqui de Pitangui) é entrevistado pela jornalista Selma Assis
Apesar da observação de Ishimoto, a presença da imprensa local foi pequena. Só tive notícia das presenças minha (representando o jornal O Independente, a rádio Amigos FM e este blog) e da assessora de imprensa da prefeitura de Pitangui, Selma Assis. Este evento deveria ter tido, no mínimo, cobertura pelos outros jornais e emissoras de rádio da cidade.

Maria Helena Maia Gouthier Caldas (Lelé)
Entre os presentes na Praça da Penha, destaque para Maria Helena Maia Gouthier Caldas (a Lelé), que ainda se recupera do grave acidente que sofreu no dia 15 de dezembro último. Ela contou que, apesar de sentir o corpo se recuperando, está psicologicamente abalada pela perda do marido, Ronan Ivaldo, no mesmo acidente. Disse ainda que, por estar em tratamento, foi afastada do cargo de secretária municipal de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico de Pitangui. Sobre a Lavagem do Bandeirante, Lelé manifestou a mesma avaliação positiva dos outros entrevistados e salientou o cuidado dos organizadores com a Praça da Penha. “Olha só que gracinha. Depois da brincadeira, eles varrem, juntam e recolhem o lixo. Estão de parabéns”, disse.

Lavagem do Bandeirante em imagens


A Copasa ofereceu água mineral para o público durante a Lavagem do Bandeirante

Apresentação da Banda Lira Musical Viriato Bahia Marcarenhas

Apresentação da Banda Lira Musical Viriato Bahia Marcarenhas

Apresentação da Banda Lira Musical Viriato Bahia Marcarenhas

Apresentação da Banda Lira Musical Viriato Bahia Marcarenhas

Estátua do bandeirante Domingos do Prado

A estátua do bandeirante ficou realmente limpa

Vandeir Santos coordena a limpeza da praça

Caminhão pipa disponibilizado pela prefeitura de Pitangui

Garoto se diverte com espuma durante a lavagem da estátua

Os refrigerantes e cervejas vendidos pelo Samuel fizeram sucesso durante o evento

Lavagem do Bandeirante

Estes quatro não dispensaram a cerveja gelada

Momento de descontração durante o evento

Lavagem do Bandeirante

Após a lavagem da estátua, a limpeza da praça

Leonardo Morato e família

Leonardo Morato empenhado na limpeza da praça

Confetes e serpentinas não foram deixados para trás

Licínio Filho e Dênio Caldas (ao centro), gestores do blog Daqui de Pitangui

Licínio Filho

Selma Assis (assessora de imprensa da prefeitura de Pitangui) entrevista Licínio Filho

Licínio Filho

Lavagem do Bandeirante

Leonardo Morato bastante ocupado com a limpeza da praça

Ponto alto da lavagem: pessoas se molhando e se divertindo

E a banda segue tocando...

O show não pode parar

Panorâmica da praça durante o evento

Público observa apresentação da banda Lira Musical

A Praça dos Bandeirantes abrigou o público confortavelmente

Placa da Praça dos Bandeirantes

De um lado, a banda. Do outro, a estátua do bandeirante.
Cada um olha  para onde preferir

Este grupo preferiu ficar na escadaria da igreja da Penha para observar a Lavagem do Bandeirante

Em determinado momento, o Leonardo Morato disse que o fotógrafo também precisa ser fotografado

Ricardo Welbert com Maria Helena Maria (Lelé)
(foto: Selma Assis)

Samuel praticamente abriu uma filial do Escritório Bar na Praça dos Bandeirantes

Preocupação da equipe do blog Daqui de Pitangui em manter a praça limpa foi elogiada

Vandeir Santos varre últimas serpentinas do evento

Reportagem e imagens: Ricardo Welbert

8 comentários:

Cl@udio Faria disse...

Parabens pelo trabalho amigo! Pois sei que vc como todos os gestores do blog e os colaboradores se empenham ao maximo pela preservação da cultura de nossa cidade!

Claudio Faria

Selma Assis disse...

Mto boa a matéria Ricardo. Parabéns pela cobertura e pelo profissionalismo.

Anônimo disse...

Ótima matéria, Ricardo Welbert. E parabéns aos organizadores, e participantes do evento.

Nicodemos Rosa.

Licínio Filho disse...

olá Ricardo,
em nome do blog, obrigado pela força e parabéns pela bela postagem.
Ano que vem tem mais e contamos com a sua presença.
Abraço.

Giovanni M Pereira disse...

Ricardo, parabéns pela cobertura do evento. Pena que cheguei atrasado, mas pude perceber que é realmente uma realização que já faz parte do nosso carnaval. Parabéns também a todos os responsáveis pela limpeza do local e, claro, pela Lavagem do Bandeirante.

Tatiana Santos disse...

Oi Ricardo! Parabéns pela cobertura. Gostei muito de conhecer um pouco mais sobre a cultura de Pitangui.

Abração!

Ricardo Welbert disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Welbert disse...

- Cláudio, penso que devemos usar todos os meios que temos disponíveis transmitir o que nossa cidade tem de melhor.

- Selma, parabéns também pela presença e pelas entrevistas que fez. Tenho certeza de que sua matéria também ficará ótima.

- Nicodemos, obrigado!

- Licínio, gostei muito do evento. Não perderei as próximas edições. Parabéns!

- Giovanni, a Lavagem do Bandeirante realmente precisa fazer parte do calendário oficial da cidade.

- Tatiana, que ótimo que gostou, querida. Está convidada para a próxima Lavagem do Bandeirante, bem como para qualquer outro evento aqui na cidade. Será um prazer recebê-la por aqui.

Obrigado a todos pelos comentários!

Ocorreu um erro neste gadget