Arquivo do blog

Compartilhe

14 de set de 2009

O papel da imprensa em Divinópolis

Este foi o tema de um debate realizado na noite de 11/9 no auditório da Funedi/Uemg (faculdade onde curso jornalismo). Várias autoridades da comunicação marcaram presença no evento.

Entre os presentes, Mayrink Pinto de Aguiar (representando o Sistema Mayrink de Comunicação), Aline (apresentadora do telejornal MGTV, representando a Rede Integração), Evandro Araújo (TV Alterosa), Fernando Rodrigues (jornal Gazeta do Oeste), Pedro Faria (Jornal Agora). A diretora do jornal Magazine, Cibele Leite, não compareceu, embora tenha sido convidada.

O coordenador do curso de jornalismo da Faculdade Pitágoras, Francisco Resende, foi outro que não participou do debate (por razões justificadas em documento lido durante o fórum). Os debatedores foram Maria Cândida, da coluna Rotativa, Gilson Raslan, coordenador do curso de jornalismo da Funedi, Silvio França, editor-chefe da Rádio Minas, Romeu (diretor-editor da revista Styllus) e Geraldo Passos, do Jornal Online Divinews.

Após a apresentação dos expositores, todos assistiram ao vídeo O Papel da Imprensa, com o jornalista Gilberto Dimenstein (da Folha de S. Paulo) falando sobre a desregulamentação da profissão de jornalista. A opinião apresentada sobre o caso por Gilmar Mendes, Ministro do STF, foi questionada.

Gilson Soares, presidente da Funedi, saudou os convidados e alunos e, na sequência, falou sobre a importância do encontro e do poder de transformação que a imprensa tem, independente de sua posição. Continuou afirmando que, o nível da consciência ambiental que a cidade possui é em conseqüência da informação levada à população através da imprensa. Quanto mais ela comunica, mais forma opinião. A representante da TV Integração passou um vídeo sobre a empresa e o crescimento da rede, com atuação em várias regiões do estado.

Pedro Magalhães de Faria, diretor-presidente do Jornal Agora, disse da dificuldade de se fazer um jornal diário. “Treinar pessoas é uma das coisas mais difíceis”. Ele falou também sobre o inicio do Jornal, afirmando que colocava pessoas “mais corajosas” para cobrir prefeitura e câmara. Disse ainda sobre a importância da imparcialidade da imprensa e do trabalho sério. "Se assim não for, não vai longe". Pedro finalizou dizendo que “graças a Deus vieram as faculdades de jornalismo (para Divinópolis)”.

Ao debater o questionamento de Geraldo Passos, do Divinews, sobre a convergência de mídias (citando como exemplo a hospedagem de jornais na internet e a existência de blogs, redes sociais e jornais online que estão mudando a forma de comunicar), Faria disse que "os jornais sérios ficam, porque quem tem audiência tem que ter credibilidade, as notícias quando forem ao ar precisam estar carregadas com verdade e seriedade".

“Cassaram uma lei que não era cumprida. Nada vai mudar. As empresas vão continuar contratando da forma que sempre contrataram", afirmou Evandro Araújo, da TV Alterosa. Mayrink Pinto de Aguiar é de opinião que, a capacitação dentro das escolas é de suma importância, que fazer rádio no início era no “peito e na raça”, comparando com a tecnologia de hoje no passado era tudo muito precário.

Ao relatar o manuseio das antigas “cartucheiras”, Mayrink precisou explicar aos alunos que não tratava-se de uma arma e sim do mecanismo que armazenava os cartuchos (fitas) que continham as músicas gravadas e os reclames (publicidades).

Fernando Rodrigues, do Gazeta do Oeste, disse ser totalmente favorável a regulamentação da profissão que o diploma é importante. Falou ainda das mudanças que seu jornal sofreu após a absorção dos primeiros jornalistas formados.

O debatedor Geraldo Passos do Jornal Online Divinews, colocou em discussão os novos rumos da imprensa com a convergência de mídias. Falou da importância da formação técnica, mas ressaltou que tem que ser complementada com informação, dom e vocação para o jornalismo. "Não basta somente saber escrever, é importante ter “feeling” da notícia".

Outros debatedores se manifestaram positivamente contribuindo em muito para o Encontro, como Maria Cândida, colunista do Jornal Agora, Romeu, da Revista Stylus, Thiago, da TV Candidés e a aluna Marina de Morais do 4º período de Jornalismo.

O coordenador do curso de Jornalismo, Gilson Rayslan, propôs (e foi aceito por unanimidade) a realização de um Fórum para que as questões apresentadas sejam aprofundadas. (com informações do Divinews)

3 comentários:

Mr.Orange disse...

Td bom??
Adorei o blog!!!!Se puder,entre e deixe sua opinião!
http://queletra.blogspot.com/
http://fimdejogobaltazar.blogspot.com/
Estou procurando novas parcerias!!
Falow,abs!!

Ju Faria disse...

Eu estava lá!

Marina disse...

Muito bom! Como sempre, seu toque jornalístico, realmente, impossível duvidar da sua vocação. O debate foi realmente muito bom, mas pode ficar melhor, acho que foi um pouco confuso esse primeiro né? Mas a iniciativa foi boa. Abraço!

Ocorreu um erro neste gadget