Arquivo do blog

Compartilhe

21 de abr de 2009

O desafio de inovar

Além de jovens criativos e dispostos a trabalhar para se darem bem no mercado, o Brasil tem muita gente com espírito empreendedor que, se recebessem os apoios necessários, poderiam fazer muito bem para a economia nacional.

No ranking de países que oferecem um bom ambiente e condições ideais para execução de idéias empreendedoras elaborado pelo instituto de pesquisa britânico Economist Intelligence Unit o Brasil aparece em 43º lugar. Apesar disso, especialistas dizem que tem havido muita inovação no país.

Mas por aqui os recursos não são perfeitamente utilizados e, ademais, é preciso uma formação cultural de empreendedores, o que começa com uma educação mais adequada e preparatória para o mercado de trabalho. A busca por inovação, se não for bem aprendida na escola, pode ser adotada como prática estimulante nas empresas.

Quem investe em seus funcionários (também em valores morais) se fortalece muito. Há pouco tempo, uma pessoa era a responsável por verificar e avaliar a qualidade da produção. Hoje, qualidade é responsabilidade de todos, desde a compra de matéria-prima, linha de montagem e finalização.

Inovação é a palavra chave da questão. A sobrevivência não depende apenas da capacidade econômica ou da qualidade do produto. Criar um ambiente para livre criatividade e que favoreça o surgimento de novas idéias é o que os empresários precisam fazer.

Inovar não é ser diferente e, sim, fazer a diferença. E inovação produz resultados de qualidade. O que vier depois, com certeza é lucro.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget