Arquivo do blog

Compartilhe

19 de dez de 2011

Evandro fala sobre acidente com veículo da prefeitura

Evandro Mendes
(foto: Ricardo Welbert. 17/06/11)

Em entrevista ao blog na manhã deste sábado (17), o prefeito de Pitangui, Evandro Rocha Mendes (PT), falou sobre o acidente de trânsito que tirou as vidas do motorista Caio Augusto Lopes Cançado; do presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Ronan Ivaldo; e deixou ferida a secretária municipal de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico, Maria Helena Maia Gouthier Caldas ("Lelé"). 


"Perguntei pelo Ronan 
e ele não falou nada. 
Certamente porque a Lelé estava perto"


Blog do Ricardo Welbert - Evandro, como você ficou sabendo dessa tragédia?

Evandro Mendes - Fiquei sabendo pela própria Lelé. No momento do acidente, ela estava consciente e desesperada. Localizou o celular e telefonou para o Samuel, que me acompanhava. Estávamos saindo da conferência da Copa do Mundo, em Belo Horizonte. Ao escutar o relato da Lelé, o Samuel ficou pálido e tremendo muito. Peguei o telefone e falei com ela também. Fiquei muito assustado com o que ela estava dizendo e sugeri que mantivesse a calma. Ela estava desesperada. Contou que chamava o Ronan e ele não respondia. A ligação foi cortada e nós continuamos telefonando para o celular da Lelé. Pouco depois, um bombeiro atendeu. Perguntei pelo Ronan e ele não falou nada. Certamente porque a Lelé estava perto. Liguei para o Anderson (Barros, do setor de transportes) e para Luana (Duarte Medeiros, secretária de Saúde). Logo os dois foram para o hospital de Pará de Minas, se encontraram com a Lelé e, depois, foram para o local do acidente, perto do Milhão. E ficamos a noite inteira assim, monitorando o resgate e buscando informações sobre o estado de saúde de todos os envolvidos. A caminho do hospital, o socorrista mais uma vez não quis falar sobre o Ronan e contou que a Lelé também estava fazendo muitas perguntas sobre o marido. Contou que ela estava bastante assustada e confusa. 

Blog do Ricardo Welbert - Segundo os bombeiros que trabalharam no resgate, o veículo da prefeitura aquaplanou e bateu em outro que estava estacionado no acostamento. O que você teria a dizer sobre o acidente?

Evandro Mendes – Aquela ambulância era nova, tinha pneus novos e passava corretamente pelas revisões exigidas. Estive no local do acidente e observei a existência de uma via perpendicular à estrada, que vem de trás do milhão. Essa via, que era de terra, recebeu calçamento. Acredito que, com chuva forte, ela serve como escoador de água, jogando muita enxurrada para cima da pista. Acredito que foi uma fatalidade. Porque se não tivesse esse veículo estacionado no recuo da pista, não teríamos tido uma gravidade tão alta. Recomendo sempre todo cuidado aos nossos motoristas. Eles podem estar dirigindo da forma correta e vir outro imprudente no sentido contrário e causar o acidente. O melhor neste caso é aguardar o resultado da perícia técnica. Além da nossa ambulância, quantos veículos passaram neste mesmo local naquele mesmo horário e não foram vitimados? Neste momento, algumas pessoas criam especulações a respeito das condições do veículo. Quem escutá-los precisa tomar cuidado para não cair em argumentos vazios. 

Blog do Ricardo Welbert - Pitangui perdeu um funcionário público, o Caio Augusto Lopes Cançado. O que você tem a dizer sobre ele?

Evandro Mendes - O Caio foi um funcinoário exemplar. Super dedicado e extremamente competente naquilo que fazia. Lamentamos muito, muito mesmo, a perda dessa figura tão importante para nós. Lamentamos ainda pela família do Caio. Ele deixa um filho e a mulher. Foi uma tragédia realmente lamentável sob todos os aspectos. Caio prestava um grande serviço para nossa comunidade. Um motorista muito atencioso com o pessoal que transportava. Fazia o que gostava e, por isso, fazia muito bem. Ingressou na prefeitura por meio de processo seletivo. Não tenho a data exatada da admissão dele aqui, mas acredito que tenha sido há cerca de dois anos e meio. Outro fato que nos faz pensar muito em destino: naquela quinta-feira (15), Caio não estaria dirigindo aquele carro. Ele tinha uma consulta marcada e não trabalharia naquele dia. Mas, por algum motivo, a consulta foi adiada ou cancelada e ele resolveu, então, trabalhar. 

Blog do Ricardo Welbert - Lamentável. 

Evandro Mendes - Totalmente. 

Blog do Ricardo Welbert - E o Ronan?

Evandro Mendes - O Ronan desenvolvia um trabalho voluntário da maior importancia para nossa comunidade. De início, foi até um pouco incompreendido. Mas de algum tempo para cá, percebo que a maioria da população reconhece a importância de preservar a história da cidade. Assim como o Caio, o marido da Lelé gostava muito do que fazia. Por isso, era extremamente dedicado. Foi uma pessoa que soube da importância de resgastarmos nossa memória. É isso que faz diferença. Que faz nossa cidade ser diferente das outras. Caio e Ronan foram dois grandes exemplos de cidadãos e colegas de trabalho. 

Blog do Ricardo Welbert - Qual a mensagem que você gostaria de deixar para os familiares e amigos das vítimas?

Evandro Mendes - A gente acredita que, nestas horas, somente a fé em Deus e a amizade dos amigos e familiares podem nos dar forças na continuidade da luta diária. Apesar das perdas, nossas vidas continuam e, por isso, desejo muita fé para estas famílias e amigos que hoje choram. 

Sebastião Saldanha

Blog do Ricardo Welbert - Na mesma data do acidente com a ambulância da prefeitura de Pitangui, faleceu outro cidadão bastante conhecido, querido e admirado: o ex-bancário, então aposentado, Sebastião Saldanha. Ele era um dos proprietários da Chácara Saldanha, em Pitangui. O que você tem a falar sobre ele?

Evandro Mendes - Olha, Ricardo, o Sebastião Saldanha tinha um gosto muito grande por Pitangui. Desenvolveu sua carreira profissional na cidade de Recife, em Pernambuco, mas voltou para sua terrinha adorada, Pitangui. A todos os famialires e amigos do Sebastião, meus sentimentos.

Relacionados

'Daqui de Pitangui' homenageia Ronan Ivaldo


Ronan Ivaldo: pitanguiense exemplar. Pessoa notável


Segue velório de pitanguienses mortos em acidente na BR-262







4 comentários:

V for Vendetta disse...

Lamentavel é ver entrevistas com prefeito pra falar de morte. Cadê as entrevistas com questões relevantes como as Políticas publicas?? Ridiculo essas entrevistas roterizadas. Seja menos superficial por favor. Abraço

Anônimo disse...

a maioria dos pacientes transportados por ambulnacias e carros da prefeitura reclamam que todos os motoristas correm muito, algo que eu gostaria de saber e de quanto estava a velocidade da ambulancia, vc sabe responder?

Anônimo disse...

Lamentável, são os comentários de pessoas insensíveis que querem encontrar culpados para as fatalidades da vida.Quem tem controle sobre a vida e a morte é so DEUS, o tempo dele não é o nosso tempo, e não há justificativa para o injustificável.Não vale ninguém tentar fazer qualquer tipo de julgamento sobre os acontecimentos, e quanto ao prefeito, antes de ser prefeito é um ser humano muito querido e sensível como todos nós, não pode ser ridicularizado por tentar ser humano e solidário.Ele não nasceu prefeito está prefeito por um período, mas antes de qualquer julgamento é um ser humano querido como qualquer um de nós merece nosso respeito.Quem o critica não é capaz de fazer melhor, ou pelo menos respeite esse momento de dor para todos nós que gostamos muito dos amigos fatalmente falecidos que DEUS abençõe a todos eles e seus familiares. são meus fotos de sensibilidade em um momento como esse tão perto do NATAL, momento de reflexão e solidariedade.vania.

cristiano disse...

fiqueu muito triste em te visto esse acidente ,estava no milhao quando falaram do acidente fui la pra ver se poderia ser util com os acidentados pois sou tecnico em enfermagem,e estava em outra ambulacia mais infelismente ja era tarde,lembro ainda das tentativas da senhora"lele" em falar com o prefeito,a pista estava mesmo muito molhada pois chovia muito,ate hoje nao consegui mais viajar,so fico lembrando da sena que vi !!!
os meus verdadeiros sentimentos a familia dos acidentados !!
cristiano (tec em enfermagem da prefeitura de lagoa formosa)

Ocorreu um erro neste gadget